SindicarioNET - Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região
CUT BRASIL Contraf FETEC

Banco HSBC

Imprimir e-mail aumentar a fonte diminuir a fonte
Publicado em 20 de Fevereiro de 2017 às 11:03
HSBC é condenado a indenizar bancário por impedir adesão à greve

A Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve condenação imposta ao HSBC Bank Brasil S.A. – Banco Múltiplo por ter impedido um analista de serviços de participar de greve. O trabalhador tentou aumentar o valor da indenização, fixado em R$ 20 mil, mas os ministros o consideraram razoável e proporcional às condutas praticadas pelo banco.

 

A quantia foi deferida pelo juízo da 7ª Vara do Trabalho de Curitiba (PR), ao confirmar denúncia do bancário de que seus superiores o proibiam de realizar greve. A sentença se baseou em depoimento de testemunha, colega de serviço do analista, que relatou condutas do HSBC para impedir a participação: ligações com o intuito de definir outro local para realizar as tarefas, plano de contingência para orientar o trabalho e o comportamento dos empregados nesses períodos e fiscalização da chefia sobre o cumprimento da jornada. Segundo a depoente, a empresa até contratou helicóptero para levar o analista ao prédio da instituição.

 

O HSBC argumentou que apenas procurava alternativas para quem quisesse trabalhar durante as greves, pois os manifestantes montavam barreiras nos locais de serviço. Contudo, o juiz entendeu que o empregador atentou contra o direito de greve, previsto no artigo 9º da Constituição Federal, ao coagir os empregados a não participar das paralisações. Nos termos da sentença, em vez da coação, o banco poderia questionar judicialmente a legitimidade da greve, se com ela não concordasse. A indenização de R$ 20 mil foi mantida pelo Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR), mas o analista recorreu ao TST para majorar o valor.

 

Relatora do recurso de revista, a ministra Maria Cristina Peduzzi concluiu que o TRT, ao não alterar a quantia indenizatória, se pautou pelo princípio da razoabilidade, de acordo com os critérios de justiça e equidade. Por unanimidade, a Oitava Turma não conheceu do recurso.

 

Fonte: TST

Entre em Contato

José dos Santos Brito

Secretário de Imprensa e Comunicação

Alexandre - João Carlos Alexandre Alves

Secretário de Relações Sindicais e Saúde

Alda Silva de Jesus

Conselho Fiscal

Francine França Caparelli

Suplente do Conselho Fiscal

Claudecy Mariano Barbosa

Suplente do Conselho Fiscal

Eliney Miranda Magalhães

Suplente da Diretoria Administrativa

Nandra Laura Farias Dias

Suplente da Diretoria Administrativa

Lucélia Aparecida Moreira Soares

Suplente da Diretoria Administrativa

Carlos Adriano Rolon

Diretores Zonais

Gisele Fernandes Barros

Suplente da Diretoria Zonal

Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região de Mato Grosso do Sul - Rua Barão do Rio Branco, 2652 - Jardim dos Estados

Campo Grande-MS - Telefone: 67 3312-6100 / Fax: 67 3312-6116